quinta-feira, 26 de junho de 2008


Não tenho medo de amar.
Não tenho medo de demonstrar meus sentimentos.
Não me arrependo de coisas que eu fiz.
E muito menos, fico me lastimando por algo que fiz.
Pois se eu fiz, foi porque eu quis, porque me deu vontade, porque tenho sentimento.

Do que eu tenho medo?

Eu tenho medo da solidão.
Tenho medo de ficar longe das pessoas que amo.
Tenho medo de magoar alguém.
Tenho medo não ser correspondida nos sentimentos.
Tenho medo de gente mal resolvida.
Tenho medo de pessoas, que tentam representar um papel de sábios e andam desfilando como macacos vestidos de púrpura e como asnos com pele de leão.
Tenho medo de pessoas, que não respeita os sentimentos do próximo.

Mais nada disso me amendronta.

Ainda não sei se caibo nesse mundo.
Eu ainda não sei se tudo que fiz valeu a pena.
Mas alguma coisa mudou!
(By Jéssica)

E que saber? Como diz a música da Rita Lee...

Me cansei de lero-lero,
Dá licença
Mas eu vou sair do sério

5 comentários:

Camilla disse...

amigaaaaa ameiiiiiiiiiii

ama ama
bjoooooooooo
camilla

Kely Oliveira disse...

Florzinha que post hein!?!?!?
Nossa serve pra muita gente
E q bom que algo mudou...

Muito bom
Amo viu
Beijos

Li Florencio disse...

q texto lindooooo.
romantica!

Andrea disse...

"Mais nada disso me amendronta"
concordo Flor :O)
tem que viver Tranquila
E vivaaa Tim Maiaaa
adoro

Nathalia Fagundes disse...

/Josiii =)

Adorei essa parte aqui
"andam desfilando como macacos vestidos de púrpura e como asnos com pele de leão."

tá liindo