terça-feira, 30 de setembro de 2008


Ao infinito me lanço
Quero desfrutar o seu gosto
Que me explode e me faz palpitar
São muitas coisas nesse momento
Revoluções dentro de mim
Querendo falar, expressar e saltar pra fora
Amo a sensação de estar com os sensores aflorados
É como explorar o ser que sinto
Como uma flor aberta
Transmitindo suas fragrâncias
Sentido e vendo o quanto é colorido
Me sinto cada vez mais viva
Pelo esfuziante amor pela vida
Que me pega sempre pelas manhãs
Faz-me sentir alegrias essenciais
Soltando regras loucas
Transformando meu dia-dia
Repleto de paz e luz
Sublime perfeição
Que eleva meus pensamentos
A dimensão perfeita confusão da vida
Multidões movimentam-se em mim
Não cabem em gaiolas
De livre pássaro voador que sou
(Jéssica)

Namastê.

2 comentários:

Anônimo disse...

Saber que vc existe me faz feliz...

Nícholas disse...

Nada pode ser tão belo qto a precoce
genialidade de letras se formando em conjunto ao crescer de uma alma, de um ser especial.
Te adoro por isso.
Lindooooooo