quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Corpo, alma e mente...


Não importa o que eu faça, eu me resisto e persisto.
Sou minha alma em própria tentação.
Sou fogo, sou paisagem.
Sou doce pimenta.
Em cores, cheiros e formas.
Sou um pecado rasgado.
Sorrisos provocantes, jeito fogoso.
Temperamental e envolvente.
Fugaz e tão leve.
O corpo pede mãos fagueiras.
A intensidade do calor me desgoverna.
A alma clamam os desejos.
O contato corpo a corpo me embriagam.
Quero o delírio o exótico.
Provoque-me com olhares e sussurros.
Me conquiste de forma pura e insana.
O que me prende, ainda não tem nome.
(Jéssica)

1 comentários:

niquem_22 disse...

Sem explicação pra td q vc escreve.. eh tão real, tão emocionante, tão absurdo e ao mesmo tempo tão perfeito! São poucas as cabeças q entendem.... e eu sei mt bem o q eh viver essas lindas palavras ditas por vc!
Sou sua sã sempre amigaa
te amo